Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Campus promove diálogo sobre luto no ambiente profissional
Início do conteúdo da página Notícias

Campus promove diálogo sobre luto no ambiente profissional

A roda de conversa foi realizada de forma remota com a participação dos servidores do Campus Zé Doca.
  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 27/05/2021 13h57
  • última modificação 27/05/2021 13h57

 

Em tempos de pandemia, a dificuldade de falar e lidar com a morte e o luto pode se tornar latente, especialmente no local de trabalho. Por isso, o Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus Zé Doca promoveu a roda de diálogo “Como lidar com o luto no ambiente profissional” no último dia 19 de maio. A discussão foi conduzida por Janete Monteiro Gomes, especialista em testamento vital e conselheira de luto; e Keila Barros Moreira, psicóloga e pós-graduada em atendimento sistêmico de famílias e redes sociais.

A atividade foi voltada para servidores do campus, que tiveram a oportunidade de partilhar experiências pessoais. As especialistas trouxeram sugestões de como apoiar as pessoas enlutadas, destacando as dificuldades que partem da legislação e a falta de sensibilidade que pode existir por conta do clima organizacional e da pressão por rendimento e resultados. A diretora-geral Vera Rejane Gomes destacou que momentos como esses são relevantes para suavizar as dores e fazer ressignificar a vida, fortalecendo os laços afetivos.

Um dos aspectos mais ressaltados pelos participantes foi a necessidade de uma escuta acolhedora às pessoas enlutadas, deixando que elas externem como desejam ser tratadas e como se sentem mais confortáveis para conduzir esse momento, além da disponibilidade em ajudar nas situações práticas que as pessoas enlutadas podem vivenciar.

A noite terminou com o agradecimento dos participantes à iniciativa. “Esses espaços de escuta são fundamentais e passam despercebido para muitos. Além do aspecto humano, funcionários bem apoiados psicologicamente melhoram também o rendimento no trabalho”, comentou a professora Mirna da Silva. Segundo a gestão, a expectativa é de proporcionar outros momentos de diálogo e escuta acolhedora a fim de construir uma rede de apoio cada vez mais sólida.

registrado em:
Fim do conteúdo da página