Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página Inicial > Notícias > IFMA gradua novos professores e tecnólogos em Zé Doca
Início do conteúdo da página Notícias

IFMA gradua novos professores e tecnólogos em Zé Doca

Acadêmicos de Licenciaturas em Química e Matemática e Tecnologia de Alimentos colaram grau na quinta-feira (25).
  • Maycon Rangel
  • publicado 29/05/2017 10h42
  • última modificação 29/05/2017 10h42

Reitor Roberto Brandão outorga grau a acadêmicos do Campus Zé Doca

O Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus Zé Doca realizou, na última quinta-feira (25), a colação de grau de 59 formandos dos cursos de Licenciatura em Química, Licenciatura em Matemática e Tecnologia de Alimentos. A cerimônia aconteceu no Centro de Convenções do campus e contou com a participação de amigos e familiares dos formandos e de servidores do Instituto.

O formando Edson Henrique Costa, do curso de Licenciatura em Química, comemora a conclusão dessa etapa e diz estar honrado em ter feito parte da história do IFMA no município. “Esse é um momento único. Até anos atrás, era comum as pessoas precisar saírem de suas cidades para dar continuidade aos estudos. Felizmente, pude cursar a graduação na minha cidade. É um privilégio ter o IFMA aqui em Zé Doca formando profissionais em várias áreas do conhecimento”, pontua o agora licenciado em Química, que já atua no magistério e pretende continuar se qualificando para desenvolver com qualidade o trabalho em sala de aula.

Citando os versos da música Trem-bala, de Ana Vilela, o orador das turmas, Dhemeson de Sousa, agradeceu aos familiares e amigos dos formandos pelo apoio durante toda a trajetória acadêmica. “O sucesso hoje está expresso na felicidade de cada um por ter chegado aqui. Tudo é possível quando se tem garra, força e determinação!”.

 

Educação que liberta

O diretor de Planejamento e Gestão do campus, Jackson Pereira, em exercício da direção geral da unidade e representando a diretora Davina Chaves, rememorou o histórico da Educação no Brasil, que, no passado, era marcada pelo elitismo e por um sistema que excluía a maioria da população. “Como nos dizia Paulo Freire, é necessário migrar de uma educação que domestica para uma educação que liberta. Esse momento é também fruto da democratização do acesso à educação e o IFMA cumpre esse papel, com seus 29 campi, oferecendo educação profissional, científica e tecnológica em todo o Estado do Maranhão”.

O reitor, Roberto Brandão, falou sobre os desafios dos formandos nessa nova etapa e recomendou o agir ético e o compromisso com o trabalho. “Esse é um momento de felicitações, mas também de muita responsabilidade. Agora recai sobre vocês o peso da responsabilidade de ser um profissional à altura do título que receberam. Que vocês possam sair daqui dizendo: eu sou um vencedor, um vencedor da busca pelo conhecimento”.

O professor Raimundo Nonato do Nascimento, representante dos paraninfos, mencionou a importância dos cursos superiores ofertados pelo IFMA e o papel da instituição no desenvolvimento educacional da região. “Queremos ser uma sociedade de aprendentes. O IFMA Campus Zé Doca irradia a luz do conhecimento, da pesquisa, e ao longo desses dez anos, se tornou uma referência no Alto Turi”.

A mesa diretiva foi composta também pelo diretor de Desenvolvimento Educacional do campus, Eduardo Henrique Moura; pelo coordenador do curso de Licenciatura em Química, Emannuel Osório; pelo coordenador do curso de Licenciatura em Matemática, Eliumar de Assis; e pela coordenadora do curso de Tecnologia de Alimentos, Janmylla Ribeiro.

 

Galeria de fotos

Clique aqui para ver mais fotos

Fim do conteúdo da página